Indonésia – Quanto Gastamos?

A Indonésia é um país incrivelmente barato. Tanto que até nos surpreendemos.

ID_INDONESIA-Rupiah_banknotes

Segue abaixo a planilha com os nossos gastos finais, já convertidos em dólar. No período da nossa viagem, o câmbio estamos em U$1 = Rp. 12.000.

Com base em relatos de outros viajantes e muita pesquisa sobre preços de passeios e o custo de vida em geral, definimos para os nossos 24 dias no país um orçamento diário de U$42.

indonesia

Para nossa surpresa, ficamos bem abaixo do teto e gastamos uma média de U$30,87 por dia, isto é, uma economia diária de U$11,14. Ao todo, sobraram U$267,12. Que beleza!

Nem precisamos ficar economizando muito pra chegar a esses valores. O custo de vida do país é que realmente é muito baixo. Confesso que até exageramos bastante na compra de comidas ocidentais e supérfluos. Felizmente não pesou no orçamento.

Também procuramos sempre ficar em lugares bem-localizados e confortáveis, mas nunca passamos de U$15 o valor da diária. Como se vê na tabela, nossos gastos de hospedagem e alimentação são basicamente iguais.

Se nossos padrões fossem um pouco mais baixos, era possível economizar muito mais nessas áreas. Felizmente não foi preciso. Era tudo tão acessível que em alguns momentos até metemos o pé na jaca, considerando nossa estadia por lá como praticamente uma segunda lua-de-mel.

Alugamos moto por alguns dias – como é possível ver na coluna “Transp.”, o que facilitou muito nossa locomoção. Todos os outros gastos na mesma coluna referem-se aos táxis e eventuais transfers turísticos pela empresa Perama. Nossa maior pão-durice mesmo foi economizar no trajeto de Padang Bai para Lombok, onde utilizamos o serviço de ferry público ao invés dos barcos turísticos. Apesar de termos perdido o dia viajando, valeu a pena: o custo foi 4 vezes menor.

Alguns pequenos gastos na coluna “Misc.” referem-se à quase sempre cobrança de estacionamento de moto nas praias, abastecimento de combustível e compras de supermercado que não fossem alimentos.

A maioria das nossas atividades foram contemplativas, não havia o que se pagar. Quer dizer, até tinha, mas na maioria dos casos entramos nos lugares fazendo cara de paisagem e ninguém nos cobrou nada 😛 Só há mesmo uma cobrança mais firme no Pura Luhur Temple, onde é necessário desembolsar Rp 20.000 por pessoa.

Um gasto que não tem como fugir é o do visto. Cobram U$25 por pessoa para o visto de 30 dias, comprado assim que se chega no aeroporto, e depois ainda há uma taxinha de saída de Rp. 150.000  (+-U$12,50).

No final das contas, além de ser um destino incrível, a Indonésia também é um dos lugares mais baratos para se viver e viajar. Isso que é “custo-benefício!”

Anúncios

Uma resposta em “Indonésia – Quanto Gastamos?

  1. Pingback: Singapura – O que Vimos e Quanto Gastamos? | Os Incomodados que se Mudem!

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s