Especial Ilhas da Tailândia: Bamboo Island

Bamboo Island definitivamente entrou para nossa listinha seleta de “Melhores Praias do Mundo”, apesar do pouquíssimo tempo que tivemos para desfrutá-la.

Fechamos um passeio saindo de Koh Phi Phi pra lá por 500 baht (~U$15), mais uma taxinha de conservação de 100 baht (~U$3). Infelizmente saímos por volta do meio-dia, e como o caminho é longo até lá, a melhor opção mesmo era ter saído mais cedo.

É a milionésima vez que falamos isso, mas não cansamos: A Tailândia é um país MUITO BONITO, mesmo. Pelo caminho, o azul do mar e as ilhotas vão preenchendo a paisagem com uma beleza sem igual.

Algumas horinhas depois, enfim chegamos! Forneceram um caiaque pra gente, que é a melhor e mais divertida maneira de alcançar a faixa de areia. Mas a água é tão bonita que é impossível resistir a um mergulho no meio do trajeto.

Bamboo Island tem uma beleza daquelas indescritíveis, que beiram o inacreditável. Como pode um só lugar reunir tanta coisa bela por tão pouco metro quadrado?

A Tailândia é repleta de ilhas paradisíacas, mas Bamboo tem algo especial, não sabemos o quê. Talvez a proibição de passar a noite por lá deixe-a mais conservada, sem infraestrutura turística nenhuma a não ser os barcos chegando.

O tempo vai passando correndo e ficamos cada vez mais aborrecidos com o tempo que nos liberaram para explorar a ilha antes de voltar pro barco. Uma hora e meia não é nada para esse lugar! O jeito é curtir correndo, dando mergulhos e tirando fotos sem parar!

O relógio é implacável, e nossa admiração por aquele paraíso é tão grande quanto nossa frustração em ter que deixá-lo tão rapidamente.

Para nosso desespero, o barco começa a apitar e temos que deixar a ilha. O passeio não acaba por aí e ainda nos leva para mergulhar numa improvável área “infestada por tubarões filhotes”, como enfatiza o guia. Que nada!

Apesar do receio inicial, nós e mais um bando de bobões mergulhamos em busca dos tais bichos. Até recomendações de como agir em caso de ataque nos são passadas, mas evidentemente que não precisamos usar. O único perigo por aqui são as intermináveis beliscadas de peixe. Aliás, um dos mergulhadores foi “vítima” dos peixinhos e acaba dando um grito desproporcional à dor, para temor geral de quem já esperava pelo pior… Foi uma cena engraçada!

Deixamos os peixes pra lá e fomos encerrar o dia com um magnífico por-do-sol, desses que só a Tailândia é capaz de nos oferecer.

Nada, porém, é capaz de superar a vivacidade daquela ilha que nos apaixonamos à primeira vista. Se você for a Tailândia, não deixe de visitar Bamboo Island. E pro favor, não cometa nosso erro: vá com calma, pela manhã, se possível alugue um barco privativo e fique o dia todo… você não vai se arrepender.

Anúncios

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s