A última moda no Vietnã é… Ser feliz!

Aviso: Texto especial feito sob encomenda, com um tema levemente diferente do que costumamos abordar no blog. Em breve postaremos novos posts com nossas experiências ao redor do mundo, continuando com a ordem cronológica de países.

O que o Vietnã, esse distante e exótico país asiático, pode nos ensinar sobre moda?

Após anos perdidos pela guerra, o povo vietnamita enfim têm a oportunidade de celebrar a vida: a paz foi alcançada, a democracia vem aos poucos sendo estabelecida e o país é considerado uma nação emergente, com uma das taxas de crescimento econômico mais altas do mundo. Com todos esses motivos, essa gente pode pela primeira vez em anos dar a devida importância ao seu estilo.

E que estilo!

O traje típico vietnamita é o Áo dài, um vestido de corte bem apertado e feito com a famosa seda produzida no país, de qualidade única. É um look super tradicional, muito utilizado em casamentos e aniversários. E pensar que durante a Guerra os comunistas chegaram a desencorajar o uso dessas peças, já que elas poderiam aparentar um “luxo excessivo”, dá pra acreditar?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas nem só de finas sedas vive o Vietnã. Com metrópoles gigantescas onde existe uma moto para cada habitante, destacar-se em meio ao trânsito caótico também é uma tendência bem interessante!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sobre duas rodas, os acessórios essenciais são o capacete e a máscara para fugir da poluição. Esse último item, aliás, é o preferido das meninas na hora de montar o próprio visual: máscaras coloridas, estampadas, combinando com a roupa… vale de tudo! O chinelinho também é indispensável, apesar do horrível costume de vestirem meias por baixo.

Mas as inovações param por aí. As vietnamitas – assim como todas as asiáticas em geral – morrem de medo do sol, e para não ficarem bronzeadas apelam para o uso de casacos protegendo toda a pele, mesmo sob um calor de 40ºC! O resultado nem sempre é dos mais bonitos, mas ainda assim há quem saiba improvisar e, combinando uma coisinha aqui e ali, conseguem criar um resultado bem agradável.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E por falar em sol, esse também é o “culpado” por uma das invenções mais originais da moda vietnamita: o chapéu em formato de cone! Não dá pra pensar em Vietnã sem lembrar dele.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEngana-se quem acha que só os trabalhadores das plantações de arroz utilizam o acessório. Mesmo que ainda associado às atividades do campo, o típico chapéu vietnamita faz a cabeça (literalmente!) daqueles que vivem nas praias e cidades grandes e querem proteger-se do sol – ou até mesmo da chuva!

Mas para o horror da leitora que nos acompanha, acredite, também é muito comum ver mulheres andando nas ruas de… pijamas! Prepare-se, as cenas são fortes:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Essa situação é bem comum. Basta andar nas ruas, entrar em um shopping ou passear no parque e lá estarão mulheres de todas as idades andando livremente com suas “roupas” que deveriam ser usadas apenas na hora de dormir. O porquê desse hábito é inexplicável, mas certamente tem a ver com o comforto e praticidade de levantar da cama e nem precisar se trocar. E quer saber? Felizes são as vietnamitas de poderem usar seus pijamas sem precisarem se preocupar com a opinião alheia…

Renovar o guarda-roupa no Vietnã deve ser um desafio e tanto. Essa pelo menos é a impressão que dá ao vermos tanta variedade. Há opções desde as peças mais clássicas e básicas, até o coloridão ofuscante nos tecidos de lã, linho e, é claro, seda.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Vietnã é também o “paraíso” das roupas falsificadas. As inúmeras fábricas clandestinas esforçam-se para reproduzir com perfeição as mais conceituadas grifes. Perdem feio em qualidade, e até conseguiriam enganar na aparência… se não fossem alguns detalhes óbvios, como Ralph Laurens em cores berrantes completamente fora do padrão e Lacostes com bolso torto e jacaré virado pra lado errado!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas é no interior do Vietnã que o vestuário parece ganhar mais vida, tornando-se o símbolo da identidade de um povo. Nos vilarejos de Sa Pa, extremo norte do país e já fronteira com a China, as minorias étnicas esbanjam originalidade com seus trajes típicos que pouco mudaram de séculos para cá.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs grupos étnicos dessa região diferenciam-se pelas cores de suas roupas. O povo H’mong usa e abusa das cores escuras com decorações coloridas nas mangas. Já os Tay optam pelas vestimentas na cor azul escuro e indigo, enquanto os Giay gostam de enfeitar a parte do pescoço nas cores mais chamativas possíveis.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Variações são encontradas nos demais grupos étnicos, também diferenciados por características como idade, estado civil e posição social.

Vivenciar o cotidiano desses povos e perceber as nuances e sutis diferenças de suas culturas através do que vestem é uma oportunidade única não só de compreender melhor o mundo, mas também de entender o papel da moda através da História

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A economia aquecida e as oportunidades lucrativas de negócio que surgem a cada dia no país atraem diversas marcas famosas que já começam a se instalar. É muito provável que o mundo fashion ocidental exerça cada vez mais influência com o tempo.

O Vietnã é o lugar perfeito para aqueles que querem estar em um lugar de costumes e hábitos tão diferentes dos nossos, e ao mesmo tempo tão parecidos. Afinal, somos humanos, e independente das nossas origens, queremos estar sempre felizes… e bem vestidos!

Anúncios